Nádia tem neto negro e é obrigada a revelar seu maior segredo em O Outro Lado do Paraíso

1

Nádia (Eliane Giardini) vai ficar em choque com o nascimento do seu primeiro neto, que será negro, na novela O Outro Lado do Paraíso. Karina (Malu Rodrigues), que é ex-prostituta, garante que o filho é de Diego (Arthur Aguiar), mas será acusada de ter tido o filho de outro homem e será alvo de ataques da sogra.

“Safada. Mentirosa! Deu o golpe da barriga no meu filho”, gritará. “Cê me enganou, Karina. Esse filho não é meu”, dispara Diego. “É óbvio que não é seu, Diego. É filho de algum dos clientes dela. É uma vagabunda”, ataca Nádia, que se recusa a aceitar o neto e Karina exige que seja feito um exame de DNA para comprovar.

“Olhe para mim. Eu podia ser a própria branca de neve. Olhe para o Diego, como é branquinho. Olhe até mesmo para você, Karina, e veja como tem a pele branca”, dispara. “Eu tenho certeza que o filho é do Diego porque eu… amo o Diego. E…só com ele não me preservava”, garante a loira, que faz questão do teste.

“Karina, por que insiste nessa bobagem? É óbvio que o filho não é meu”, esnoba Diego. “Não digo mais nada. Só aguardo”, garante Karina. “Ah, mas como é teimosa”, reclama Nádia, que terá uma surpresa com o resultado do teste, que será trazido por Samuel (Eriberto Leão): “Trouxe o resultado do teste de DNA”.

“A quem entrego? À mãe ou ao pai?”, pergunta ele. “Pra mim, mesmo achando que não sou o pai”, responde Diego. “Pra mim, que sou a mãe”, diz Karina. “Eu vejo o resultado do teste. Embora nem precisasse ver para comprovar o que todos já sabem. Esse menino não é meu neto”, garante a racista, que fica em choque ao pegar o papel.

“Não pode ser”, reage. “O teste deu positivo”, dirá o médico. “Esse teste de DNA está errado. Quero outro”, exige Nádia, que será confrontada por todos. “Pai, o senhor teve alguém negro na família?”, questiona Bruno ao pai, que revela que sua avó era negra. “Negra, Gustavo? Por que não me disse antes?”, questiona Nádia.

Ela então revela que seu avô também era negro: “Negro, negro não…eu não conheci tão bem seu bisavô, ele morreu cedo, mas pelas fotos… Eu tive uma prima que era bem café com leite. Mas…eu mal vejo essa prima, nem lembrava que existia. Até agora”. “Está explicado pela genética”, garante Samuel. As cenas estão previstas para o final de março e começo de abril.

COMPARTILHAR